25 de Fevereiro de 1702

25 de Fevereiro de 1702
Certidão de Casamento de Torcato Vieira e Jerônima Fernandes

Os Vieira - da Vila de Guimarães para o Maranhão

Foi através da Certidão do Casamento de Torcato Vieira e Jerônima Fernandes, nossos 8º Avós, realizado em 25 de Fevereiro de 1702, que encontramos o caminho de pedras que ainda temos que percorrer. Enfim, o tão esperado nome do seus pais: Antonio Vieira e Jerônima Francisca.

Os Vieira são
Família de antiga nobreza mas ainda não foi possível ligar Antonio Vieira, nosso Patriarca mais antigo, às suas origens ilustres, mas já sabemos que foi muito pouco nobre com a mulher que escolheu para mãe de seus quatro filhos: Jerônima Francisca morreu solteira e na mais absoluta miséria!

É a ela, a nossa avó Jerônima, que dedicamos esta página!


domingo, 1 de agosto de 2010

GONÇALVES GARRIDO - Portugal

DESCENDÊNCIA
Pais de Rosa Helena Garrido
Avós Luiza Maria da Encarnação
Bisavós de Maria Clara Gomes de Sousa
Terceiros Avós de Luiza Rita Vieira da Silva e Sousa
Quartos Avós de Joaquim Vieira Ferreira
Quintos Avós de Fernando Luiz Vieira Ferreira
Sextos Avós de Joaquim Vieira Ferreira Neto
Sétimos Avós de José Bento Vieira Ferreira
Oitavos Avós de Anamaria Nunes Vieira Ferreira

***
GARRIDOS
Antonio Gonçalves Garrido he o prº de q tenho notíssia q era Sr. Da Caza de Garrido e da Governança de Castello de Vide, e segundo hua atestação de Fr. Bernardo de Castello Branco D. Ab.e Geral e Esmoler Mor, e Choronista Mor (referindo-se a hum juramento a huas antigas memória do Choronista Mor Fr. Antonio Brandão seu antecessor) descendente de Dom Payo Fidalgo Hespanhol a q,m e seus f.ºs El Rey D. Affº 2º de Castela condecorou com a ordem da Banda pellos servissos q lhe fizerão na batalha do Sallado, em 1340, dispois da qual, e tendo passado por diante lhe disse – Garridos Filhos levais – alludindo a suas ensangüentadas Armas – do q deduzirão o apellido de Garridos. Era cazado com Izabel Freire ou Ferreira.

2 Pedro Alz Garrido
2 An.to Freire Garrido. Prior de Castelo de Vide
2 Fr. Fran.co Frade Bernardo
2 Jozé de S. Anna Loyo

N2 PEDRO ALZ GARRIDO, fº de An.to Glz Garrido N1, foi vereador em Castelo de Vide Sr. Da Caza de Garrido. Cazou com Fran.ca Dias Bravo f.ª Fran.co Pires Bravo e Fran.ca Dias de Barros.

3 An.to Glz Garrido
3. Pedro Glz Garrido. Dr. Em Cânones Collegial de São Paullo. Lente de Vespora. Cônego Doutoral e Deputado da Inq.am em Lisboa.

N3 ANTONIO GLZ GARRIDO, fº de Pedro Alz Garrido N2, Foi Sr. Da Caza de Garrido q seu filho subrrogou pella da Bouça de Penella (Condo de Coimbra onde fez sua residência). Cazou com D. Maria Glz Abelho (Filha de Pedro Glz Mozinho e Catarina Glz Abelho, filha de Cristóvão Dias de Valladares e Violante Dias Abelho) neta de João Rz Mozinho, juis e vereador de Castelo de Vide, Marta Glz Galiena, 2ª neta de Bn.to Rz Mozinho Alcaide Mor de Castelo de Vide, e Leonor Carrilho, 3ª neta por esta Sr.ª de M.el Gil Velho de Albuq.e, e Cat.ª Carrilho da Serra. 4ª neta de Fernão Gil de Albuquerque e Brites Fz de Paredes. 5ª neta de Gil Affonso de Albuquerque e Catarina Annes de Abreu. 6ª neta de Pedro Gil de Albuquerque e Joana Fz de Paredes. 7ª neta B. de Dom João Affonso de Albuquerque, Sr. De Albuquerque, e de Mª Gil. 8ª neta de Dom Aff.º Sanches, e D. Thereza Annes Telles de Menezes, ttº de Albuq.es.

4 Pedro Glz Garrido
4 O Dr. An.to Freire Pior de Castelo de Vide
4 Fr. Fran.co Caetanto frade Bernardo
4 Jozé de St.ª Anna loyo

N4 PEDRO GLZ GARRIDO, filho de An.to Glz Garrido N3 foi Cavaleiro da Ordem de X.º Cap.am Mor de Penella 1º Administrador do Morgado de N. Sra. Da Piedade de Bouças. Cazou com D. Mª da Costa, filha do Licenciado Lourenço Pires e sua m.er Mª da Costa, neta p.ta de Simão Pires e Maria Duarte e materna de Asenço da Costa (filho de Fran.co da Costa) e An.ta Duarte Mascarenhas.

5 Lourenço X.er Garrido
5 Antonio Glz Garrido q sendo Primogênito largou a Caza e foi Prior de Bragança
5 Fr. Asenço Garrido frade Bernardo D. Abade de Odivellas
5 Fr. Fran.co Xavier e
5 Fr. P.º Alz Freires em S. B.to de Aviz
5 Jozé Pedro Cônego na Guarda
5 João Pedro morreu moço
5 Soror Mariana
5 Soror Catarina
5 Soror Maria
5 Soror Francisca no cimo

Felgueira Gayo
Volume 8 - Tomo XVI
Página 235


***
Origem da Família
Família espanhola muito antiga. Também existem em Portugal famílias do mesmo apelido sem comunidade de origem, por ele provir de alcunha bastante comum. Em Castelo de Vide houve uns garridos que dizem ser de Espanha, o que é possível pela proximidade de territórios. É, porém, menos provável que o primeiro citado pelos genealogistas fosse senhior da Casa de Garrido e da governança de Castelo de Vide, porquanto era pessoa de condição humilde. Chamava-se este António Gonçalves Garrido e sua mulher Isabel Freire ou Ferreira, e teve diversos filhos, por um dos quais provêm os Garridos da Quinta de Bouça, em Penela, ascendentes dos Coutinhos Garridos.

As armas dos Garridos de Espanha, também usadas em Portugal por um ramo que daquele passou a Trás-os-Montes, são: De ouro, com banda de vermelho, abocada por duas cabeças de serpe de verde, acompanhada por dois lobos rompantes de negro, um em chefe e outro em ponta; bordadura de vermelho, carregada de oito aspas de ouro. Timbre: um lobo do escudo.

Armorial Lusitano

1. PEDRO GONÇALVES GARRIDO. Nascido por volta de 1700.

Casado, por volta de 1720, com MARIA DA SILVA. Nascida por volta de 1700.

Foram Pais de:

1.1 Rosa Helena Garrido, que segue.

1.2 Raimundo Garrido. Na dúvida. Pelo documento sabemos que deixou Testamento em São Luís:
Arquivo Ultramarino: 11 de Setembro de 1805. Requerimento do negociante na Praça de São Luis, Bento Pereira Guimarães, ao príncipe regente Dom João, solicitando prorrogação por mais três anos, para o acerto de contas dos bens de Raimundo Garrido, de quem é o 3º Testamenteiro. Em anexo: vários documentos (Caixa 140 - Doc: 10356)

1.3 Domingos Lourenço Garrido. Na dúvida. Recebeu terras junto ao rio Grajaú, no Maranhão:
Torre do Tombo. 19 de Fevereiro de 1788. Registo Geral das Mercês D.Maria I, liv.23, fl.81. Carta de Sesmaria // Arquivo Ultramarino: 8 de Agosto de 1758. Requerimento de Domingos Lourenço Garrido à Rainha Dona Maria I em que solicita confirmação de Carta de Sesmaria junto ao rio Grajaú. Em anexo: 1 bilhete e 1 carta de data de sesmaria (Doc: 06216)// 20 de Setembro de 1787. Requerimento de Domingos Lourenço Garrido à Rainha Dona Maria I em que solicita confirmação de Carta de Sesmaria junto ao rio Grajaú. Em anexo: 1 bilhete e 1 carta de data de sesmaria (Ahu – Acl – Cu – 009 – Caixa - Doc: 06027)

1.4 José Francisco Garrido. Na dúvida. Casado com Dona Maria da Glória, filha de Joaquim Alexandre Serra Freire, neta paterna de João Carlos da Serra Freire e Dona Ana Lúcia Belfort. Bisneta paterna de José Bernardes de Serra Freire e de Dona Angélica Maria Belfort. Terceira neta paterna de Ricardo Belfort, e de Dona Esméria Maria de Jesus. Por esta, quarta neta de Valentim Frazão Castelim. Com Geração.

2. ROSA HELENA GARRIDO, A ESTRELA, casada com JOSÉ LUÍS BARBOSA, Patriarcas da Família Garrido, do Maranhão.


Genealogia Maranhense
John Wilson da Costa

Um comentário:

  1. Boa Noite,

    Gostaria de saber se tem mais informações sobre Maria Gonçalves Abelho mulher de António Gonçalves Garrido n.3.
    rcoelho770@gmail.com
    Obrigado

    ResponderExcluir